sábado, 21 de maio de 2016

O despertar de um desejo...

Eu sempre ia a igreja, querendo ser tocada pelo poder de Divino, mas nunca me entregava totalmente a Deus, não orava, não lia a bíblia como deveria, não me envolvia completamente. Num domingo, como outro qualquer fui a igreja o pastor trouxe uma palavra que realmente mexeu comigo de uma maneira impactante e ao mesmo tempo constrangedora por que tocava na minha ferida. Falava do crente morno, daquele que está na igreja, mas não se envolve com Deus. Aquele que gosta de ouvir a palavra, canta e não se encanta com Deus e nem ver o mover do espirito.

A partir daquele momento tomei a decisão de colocar Deus em primeiro lugar na minha vida! Mas como fazer tal coisa, por onde começar... Comecei a prestar atenção no que o meu pastor falava, mas como assim, antes não prestava atenção? Uma coisa é ouvir, outra coisa é internalizar, refletir e aceitar a verdade da palavra de Deus no seu coração. Quando dei lugar ao espírito santo no meu coração a minha visão do reino de Deus mudou por completo. Fui percebendo que algo diferente em mim acontecia a cada dia. Comecei a compreender que o cominho para para Deus estava em dedicar tempo pra ler a bíblia e orar. Abracei o propósito de me dedicar a Deus assim que acordasse, mesmo antes do café da manhã eu iria ler a palavra e orar. No início foi difícil, pois tive que me obrigar a fazer isto, por que a carne pende pra coisas que são da carne. É muito melhor dormir mais um pouquinho, levantar e logo tomar o café da manhã. 
A minha vontade de recomeçar era tão grande que até mudei a minha foto de capa do Facebook que é a imagem que ilustra este poste. Eu queria  mostrar que tinha renascido e que me minha vida será dedicada a aquele que vivi e reina para sempre Jesus! É difícil explicar a obra de Deus em nossas vidas! De fato estava na igreja, Cristo me salvou, e na sua palavra está escrito aquele que vem até mim de maneira nenhuma lançarei fora. O que acontecia então? Porque me sentia tão infeliz? A resposta é a seguinte apesar estar na igreja há tantos anos não conhecia Deus, não acreditava plenamente em suas promessas. Pensava comigo mesmo, como aquele irmão é tão abençoado, tão cheio da unção e eu? Por que isso não acontece comigo? Sabe, para que algo aconteça em sua vida é preciso dedicação.Tomamos como exemplo aprovação em concurso público: para o candidato ter êxito é preciso se dedicar ao estudo, ser inteligente e estudar do jeito certo, não adianta estudar qualquer coisa, para conquistar as primeiras vagas é preciso ter ousadia e acreditar que vai ser aprovado. Eu até buscava a Deus, mas buscava da maneira errada. Achando que indo a igreja aos domingos era suficiente para conhecer Deus... Não!  Deus quer que busquemos a ele com inteligência, com dedicação, com alegria, orando  e estudando sua palavra. O culto a Ele deve ser racional, ou seja devemos saber exatamente o que estamos fazendo, para quem estamos fazendo e para quê estamos fazendo.

Me dispus a frequentar aos cultos de oração que não ia há muitos anos.. No primeiro dia foi muito difícil. Nas horas que se seguiram antes do culto vinha todo tipo de pensamento na minha cabeça: O que os irmãos iriam pensar de mim depois de tanto tempo sem aparecer? O que eu iria encontrar lá? Parecia que não queria admitir que precisa de Deus e da comunhão dos meus irmãos.Na primeira semana perdi a hora do culto me distrai com os afazeres e me esqueci, quando lembrei já era tarde! Na semana seguinte,decidida a não esquecer, coloquei o relógio do telefone para despertar uma hora antes.Quando cheguei ao culto tudo parecia muito diferente da época de quando frequentava, pouca gente, a igreja estava completamente vazia. Pensei comigo, meu Deus assim todos vão notar a minha presença que vergonha! O culto ia seguindo e lá estava eu lutando com os meus pensamentos, no momento da oração a dirigente chamou todas as pessoas que estavam sentadas para receber oração. Foi quando eu pensei, e agora vou ter que ir lá frente, todos vão me notar que vergonha! Mesmo com toda dificuldade fui e recebi oração. Foi maravilhoso! Depois desse dia não parei mais de ir ao culto de oração.Esse tempo que me afastei dos cultos, me afastei também da convivência com as pessoas da igreja. Aos poucos fui me enturmando novamente e comecei a frequentar a escola dominical e aprender mais com os irmãos sobre a palavra de Deus.  

Próximo assunto a ser abordado: as consequências do afastamento de Deus. Encontrar no link abaixo:
http://apaixonadosporcristoclaudia.blogspot.com.br/2016/05/as-consequencias-do-afastamento-de-deus.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário